sábado, julho 29, 2017

SAIU NOS JORNAIS...

(Publicado originalmente em 14 de abril de 1988)




 LUCA TORELLI, conhecido pela alcunha de TORPEDO
DESCRIÇÃO:
Idade: 32 anos
Altura: 1 metro e 90m centímetros
Cabelos escuros
Olhos azuis
Nacionalidade: Americana
FICHA CRIMINAL:
Arrastado pelo Departamento da Polícia de Nova Iorque, acusado de assalto a banco, falsificação de dinheiro, roubo a mão armada e vários assassinatos, além de várias contravenções. Praticamente desconhecido no Brasil, há informações de que foi visto circulando no número 1 da revista CIRCUS e mais recentemente no álbum da ORIENT EXPRESS da Martins Fontes Editora.


Nova Iorque, início do século 20. Dentre os imigrantes oriundos da Itália que desembarcaram aos milhares no porto dessa cidade americana, está o garoto Luca Torelli que, como todos os seus companheiros de viagem, chega embalado pelos sonhos de uma terra de fartura e de riqueza, deixando a miséria do outro lado do oceano.



A realidade, porém, é bem menos doce do que ele imaginara. As dificuldades, principalmente para os estrangeiros, são inúmeras! Não há empregos e, ao invés de fartura, o que existe é a pobreza para ser repartida com os parentes. Dentro deste quadro pouco alentador, o destino de Luca acaba sendo o mesmo de tantos outros meninos como ele: o submundo e a marginalidade. Nesse ambiente ele vai crescendo superando à sua maneira os problemas e, depois de cometer seu primeiro assassinato, ainda criança, torna-se um profissional destro dessa especialidade. Elegante, trajando roupas finas e bem talhadas e possuindo um certo are de detetive de romance noir, Luca, ou melhor, Torpedo, ao contrário de um Sam Spade ou de um X-9, atua do outro lado da lei. Seus métodos são os mais violentos e sórdidos possíveis, mas ele sabe que para sobreviver nesse meio é preciso ser assim, cruel e impiedoso. Inclemente com os inimigos e desleal para com seus próprios clientes.



Torpedo não poupa nem seus amigos ou esposas destes, não se deixando comover pelas lágrimas das donzelas desesperadas. Esse matador profissional é o principal personagem da série Torpedo 1936. Criada em 1981 para a revista Creepy, com roteiros do espanhol Sanches Abuli e desenhos do americano Alex Toth, que realizou apenas os dois primeiros episódios, deu à série um visual seco, simplificado, quase primário. Quem o sucede é o artista espanhol Jordi Bernet, um excelente desenhista que, inspirado pelos trabalhos de Frank Robbins, demonstra um domínio total de técnica de claro-escuro, dos enquadramentos cinematográficos e composições elaboradas. Foi com esse desenhista que Torpedo começou a fazer na Europa e se tornar conhecido pelo grande público. Sob os traços de Bernet os interessantes roteiros de Abuli ganharam a dramaticidade e o dinamismo adequados, sem deixar de lado a ironia que caracterizava a série, que é considerada uma das melhores Histórias em quadrinhos da atualidade. Os prêmios internacionais e a repercussão do personagem atestam a altíssima qualidade dos quadrinhos produzidos na Espanha no ramo gráfico, e que vem se firmando nos últimos anos como um importante centro produtor e difusor de Quadrinhos.



TOTH E BERNET, OS CÚMPLICES

Alexander Toth nasceu em New York no dia 25 de junho de 1928. Sua carreira como desenhista iniciou-se em 44 quando começou a trabalhar para a Famous Funnies Company. Em 47, passou a colaborar com diversos personagens da DC como Dr. MidNite, Atom e Green Lantern desenvolvendo essas séries um estilo preciso, que viria a influenciar vários de seus seguidores. NO ano de 1950, muda-se para a Califórnia tornando-se assistente de Warren Tufts na tira Casey Rugles. No início dos anos 50, trabalhou para várias editoras como a Standart Comics, a Lev Gleason Publications e a E.C. Ingressou nas Forças Armadas no ano de 54, servindo na base americana no Japão criando para o exército a tira Jon Fury.

Página desenhada por Toth

De retorno à vida civil em 56 ilustrou para a Western Publishing várias adaptações de filmes e programas de T.V. para os quadrinhos tais como Zorro, Time Machine e Roy Rogers. Em 64 passa a realizar cenários, figurinos e sequências de animação para vários personagens dos Estúdios Hanna-Barbera, participando ativamente na criação de super-heróis como Space Ghost, Birdman e Herculoids.

Respeitado por seu trabalho tanto no campo dos quadrinhos como na área de desenho animado, Toth é responsável pela implantação de um novo estilo de quadrinhos principalmente nas grandes editoras como a DC, para quem ilustrou Batman durante os anos sessenta e setenta. Depois de executar algumas das melhores HQs publicadas nas revistas Eerie e Creepy, cria o personagem Torpedo 1932 em parceria com Sanches Abuli, permanecendo como desenhista da série por pouquíssimo tempo.

Jordi Bernet

Jordi Bernet nasceu em 1944, em Barcelona, na Espanha e, por influência do pai, o quadrinhista Miguel Bernet, começou a atuar nos quadrinhos ainda cedo, aos quinze anos de idade. Seu primeiro trabalho foi justamente a série dona Urraca, que ele passou a desenhar depois da morte de seu criador, o pai de Jordi. Trabalhou por alguns anos mais para a Bruguera transferindo-se depois para a Bardon desenhando HQs para revistas de diversos países da Europa. Nessa agência tomou contato com seu grande mestre no uso do pincel o ilustrador Macabich.


Em 68 passa a colaborar com a famosa revista belga Spirou ilustrando a série Dan Lacombe, roteirizada por Miguel Cussó, com quem desenha alguns episódios de Paul Foran. Durante a década de 70, além das HQs editadas pela Spirou desenvolve outras duas, Watt-69 para a revista Pip e Andrax criada para a Primo, ambas publicações editadas na Alemanha. Em 82 começa a publicar nas revistas espanholas primeiro a série Torpedo 1936 para a Creepy e Sarvan com roteiros de Antonio Segura para a Cimoc.


Com o mesmo roteirista cria a série Kraken para a revista Metropol. Considerado um dos mais talentosos desenhistas de quadrinhos espanhóis da atualidade, Bernet recebeu o prêmio de melhor desenhista do Club Amigos de la Historieta no ano de 1983.

Texto de Nobuyoshi Chinen

Álbuns para download disponíveis aqui:



Um comentário: